Quais são os melhores tipos de tintas para pinturas residenciais?

Quais são os melhores tipos de tintas para pinturas residenciais?

A escolha pelo tipo correto de tinta, pode ser fator fundamental no resultado final de uma pintura. Além da difícil missão de decidir pela cor ideal, é preciso optar por cores que harmonizam com determinado ambiente, se as suas particularidades combinam com os objetos, já que, todas as cores possuem a capacidade de mostrar a sua personalidade e valor.

Apesar de não haver uma grande variedade de cores no mercado, é possível encontrar diferentes modelos de tintas. Nesse artigo, separamos as principais, consideradas eficientes, de qualidade e econômicas.

Conhecer quais são os tipos de tintas existentes e indicação de aplicações, é muito importante, pois auxilia para que se chegue no resultado esperado, economizando na realização da pintura e em sua manutenção.

Tinta Látex (PVA)

Normalmente, é mais usada na pintura de interiores residenciais. Composta a base de água, é recomendada para áreas secas que não necessitam de manutenções com frequência. A tinta látex, possui acabamento fosco, não deixa cheiro e possui maior rendimento e resistência nos acabamentos. É indicado para superfícies de rebocos, concretos, massa corrida, gesso e ambientes internos (desde que não tenham contato com água).

Tinta Epóxi ou Poliuretano

Também conhecida como tinta universal, a tinta epóxi tem grande impermeabilidade e durabilidade. Com aspecto de acabamento brilhoso, reluzente, fácil de limpar e nivelamento adequado, pode-se aplicar esse tipo de tinta em paredes e pisos de ambientes residenciais. Por não ser resistente aos raios UV, não se pode aplicá-la em áreas internas.

Deve ser sempre manuseada por mão de obra qualificada, já que possui o material e a superfície, precisam de preparos específicos.

Tinta Acrílica

Com características semelhantes à tinta látex, o que a torna diferente e diversificada, é a sua composição de resinas acrílicas, que permite a sua utilização em áreas externas e molhadas, como banheiros, cozinhas e lavanderias.

Feita a base de água, sem cheiro e com secagem rápida, o seu acabamento pode ser acetinado ou fosco.

Esmalte Sintético

Produzida unicamente para aplicação somente em madeiras e ferros (tornando mais duradouro o acabamento de janelas e estruturas metálicas), o esmalte sintético, forma uma espécie de película sob a superfície – sendo ele fosco ou acetinado.

Geralmente, é usado também em portas de madeira, unicamente por ser um facilitador de manuseio, podendo ser limpado com água.

Não é recomendado aplicar esse tipo de tinta diretamente nas paredes, pois podem ocasionar no surgimento de bolhas, provocando o seu descascamento. A sua aplicação correta, adequada e específica, é um pouco mais cara, se comparada às outras do mercado.

Tinta Verniz

Desenvolvida para proteger integralmente tijolos, concreto e ardósias, pode se aplicar também em ambientes internos e externos. Além de preservar as superfícies, ela possui a viabilidade de decorá-la, juntamente com a sua extensa variedade de cores e acabamentos.

Conclusão

É válido destacar que a iluminação, revestimento, tipo e tamanho do ambiente, interferem – de forma positiva ou negativa -, no resultado final da pintura, pois não se trata somente de questões estéticas, como também funcionais.

A pintura, é considerada um nicho competitivo e característico pela sua multiplicidade oferecida aos clientes. Portanto, ao contratar uma empresa ou profissional especializado nesse segmento, procure por aqueles que sejam referências, que tenham anos de experiência e que proporcionem segurança e qualidade.

1 comentário até agora

三五笑话 Publicado em -

不知道说啥,开心快乐每一天吧!

Os comentários estão fechados.

Os comentários estão fechados.
Cresta Help Chat
Send via WhatsApp